www.rcentro.com

 

 

 
 
  
Artigos » SociedadeTamanho da letra

Promessas de ano novo

 
Eu prometo...
 
De novo?
Disseram-me uma vez que mais falsas do que promessas de políticos em campanha, só aquelas de final de ano! E realmente, no final de cada ano se promete de tudo para o ano seguinte. Como aquela querida amiga que no último dia de sua agenda de 1999, prometeu que a partir de 2000 deixaria de comer pé-de-moleque. Em 31 de dezembro de 2006, continuava comendo.
 
Relembramos aqui que um sábio analfabeto nos disse uma vez que esta história de ano novo, só serve para nos deixar mais velhos duas vezes por ano. A primeira em nosso aniversário e a segunda na virada do calendário. Por isso, garantia ele, comemorava só uma, a do seu aniversário. A do novo ano, ele só trocava o calendário da parede. Dizia também que a virada de ano, servia para esconder as promessas feitas e não cumpridas no aniversário, e no aniversário, com o passar da idade, já nem doía mais na consciência aquelas feitas no ano novo.
 
Este mesmo sábio analfabeto lembrava que as pessoas até mesmo faziam listas e listas de promessas a serem cumpridas no ano seguinte, mas ironicamente depois esqueciam onde as tinham guardado. E o pior é que nem sequer se preocupavam em achá-las, porque senão talvez até se sentissem na obrigação de cumprir alguma delas.
 
O mais pitoresco de tudo, é que cada um de nós, tem a mania de cobrar as promessas dos outros, lembrando “você prometeu, não prometeu?”. Mas faz também questão de não dar chance de resposta porque poderá ser lembrado de alguma que também tenha feito.
 
Para finalizar uma nossa conversa um dia, disse que entre prometer e fazer, estaria sempre no caminho a vontade do querer. Quem quer, faz, disse ele. Uma coisa, uma mudança, uma vontade, por dia, todos os dias, de todos os anos. Ou quem sabe até mesmo, uma por semana, para não ficar tão pesado.
 
Assim, sem precisar prometer, fazer. Algumas, podem até doer, mas lembra também, “assopra, que passa!”
Por não querer mais ouvir, “De novo?”...
Boa sorte!
 
Antonio Jorge Rettenmaier, Escritor,
 

 



 

Print Friendly and PDF

Artigos relacionados:

» Como coser um botão?


» Como jogar batalha naval?


» Como jogar à cabra cega?


» Como andar de bicicleta com segurança


» Quem é Mónica Silva (técnica superior do ICN)


» Maria João Ruela tem filhos?
Fonte:    2012-01-01
 
Voltar
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


» Contatos


siga-nos:

siga-nos nofacebook siga-nos no twitter rss